3 de dez de 2010

Eu, quebra-cabeças

Sou um quebra-cabeças incompletável
Dei a cada um que passou pela minha vida
uma peça dessa montagem

Alguns ainda as guardam consigo
outros as descartaram após terem perdido a importância
e há ainda os que nunca perceberam o que lhes fora dado

As indecisas peças que ainda restam
dormem numa caixa, numa gaveta de uma sala escura
Não as acorde assim, tão abruptamente


 

21 de nov de 2010

Maresia

Já agora
ficam seus rastros na minha vida
até que uma onda venha e apague tudo
Maré alta

11 de out de 2010

Larápio


Você levou consigo
dentro do seu ouvido
a voz que já não tenho
e três palavras que já não digo


2 de out de 2010

De um sábado nublado

Dirigia com os vidros abertos
por uma estrada longa, reta e vazia

O vento despenteava o cabelo
outrora bem alinhado
e secava lágrimas, que não lavaram a alma,
indisfarçáveis mesmo com lentes negras

No som do carro repetia-se o refrão
Happy stay in the way

Dirigia pesando o acelerador sem pesares

20 de set de 2010

Os Pássaros


E quando eu penso nas passagens
talvez ele fosse apaixonado por todo mundo
e não amasse ninguém
Os gaviões continuam sobrevoando o gesso
em busca de pássaros menores
Mas ele era apaixonado por todo mundo
e tudo talvez fosse pequeno demais
O mundo também se deixava apaixonar por ele
Aos pedaços
Voa

15 de set de 2010

Do verbo cair

Dava pra ouvir o barulho da chuva
enquanto meus olhos se perdiam
no que sobrou de você no meu quarto
Entre outras coisas
ainda existe o seu perfume
que teima em não sair de alguns sentimentos

4 de ago de 2010

Todo mundo tem problemas

Eu queria ter uma varanda
daquelas que se vê em filmes,
com cerquinha branca e flores no beiral,
e deitar numa espreguiçadeira
sem ninguém por perto
fumando de olhos fechados
com um fone bem potente no ouvido
tocando músicas que todos julgam meio deprê
mas que são ideais quando se quer refletir
E as ondas sonoras ajudariam
a fazer com que, só por um momento,
tudo fosse embora na fumaça do cigarro
como um incenso oferecido a deus nenhum.

29 de jul de 2010

O Canastrão

Mas nas suas palavras
faltaram a voz rouca
e o charme do pistom
no meio da música.

Já não parecia ser o mesmo
Como se o espetáculo terminasse
bem antes das cortinas serem fechadas
e a certeza latejava:
o velho disco de vinil era mais charmoso que um mp3

Ledo engano
engano permissivo, permitível
incômodo como um disco arranhado
que fora colocado pra tocar por engano
no meio da cena

Guarde suas desculpas
dentro de uma taça vinho e sirva-se
Sim, prove você mesmo o cheiro e o sabor
E só então parta,
pirata...

Jogue as chaves por debaixo da porta.

28 de jul de 2010

Dias daqui

Te espero olhando pro mar
Cantando melodramas
Contando os meus dramas
Numa mesa de bar
Cercada por cinzeiros
Por fumaça, gente estranha
Mas seus olhos param sempre
Vejo q isso vale a pena

Se você presta atenção
Qualquer coisa passa a ter valor
O garçon traz mais uma

17 de jul de 2010

Lesões por Esforço Repetivo

Você provocou lesões por esforços repetitivos no meu coração
o fazendo bater disparado por sua alma de moleque
você faz o que quer,
você me machucou
você não sabe viver onde sou.

Então adeus ou seja outro,
alguém que aguente as batidas descompassadas do meu coração.

10 de jul de 2010

Diálogo

- Tá comprando o que dessa vez?

- Um livro, mas ainda não sei o que vou comprar.

- Fácil, escolhe um autor que você goste.

- Eu queria ler alguma coisa que fosse desafiadora.

- (...)

- Sabe? Algo que me fizesse devorar o livro em duas horas.

- Além de consumista, agora você come papel?

- (...)




Eu realmente deveria parar de conversar com qualquer um.

27 de jun de 2010

Fungos no meu maço de cigarros

Se eu fosse um arqueiro
e minha flecha fosse
um punhado de begônias vermelhas,
esticaria com destreza a corda do meu arco
e miraria nas encostas das estradas por onde ainda passaremos
Num sonho, as luzes seriam as estrelas
Seus olhos brilham enquanto observa o velho farol

Se eu fosse um pistoleiro num Western
e minhas balas fossem lembranças,
as guardaria cuidadosamente numa carteira de prata
Dispararia contra os fantasmas que rondam minha mente
e já não existiriam fantasmas e lembranças

11 de jun de 2010

Você não seria capaz de chupar um limão por mim

Hoje acordei e deixei de acreditar nas suas promessas
já não me deixo levar pelo tom sedutor
que as palavras assumem ao sair da sua boca.
Caí na real.
Hoje decidi jogar fora tudo que não vale mais a pena guardar.

6 de jun de 2010

Eu queria ser um destilado
forte e suave, amargo e doce,
daqueles que fazem sorrir
e gritar de felicidade,
que embriagam leve e prazeirozamente,
que não dão ressaca no dia seguinte,
nem permitem que se acorde em companhia
constrangedoramente desagradável numa
manhã de domingo.
Eu ia ficar lá pertinho da jukebox do bar,
na prateleira das bebidas baratas,
esperando que alguém escolhesse
uma música que fizesse seu coração
bater mais forte quando você olhasse pra mim.

11 de mai de 2010

Foi como se atrás da porta
houvesse uma ladeira onde passava
um trem com vagões descarrilhando
no exato momento em que eu não tinha mais
nenhum dos meus poderes

e a única alternativa seria
colocar o pé na frente
de uma criancinha que passava correndo
feliz com um sorvete na mão

É melhor te deixar pra lá.

24 de abr de 2010

Estrada aberta

Ande por aí
busque o charme de outros olhares
e se por acaso você vir meu sorriso estampado em outro rosto
é porque ele já não existe mais
pelo menos não aquele feliz por acordar ao seu lado
e acariciar as pintinhas próximas à cova do seu riso

Não mais.

Ande por aí.

22 de abr de 2010

Diálogo

Ele, segurando um dos meus cd's:
- Credo! Você gosta de Nick Cave?
Eu:
-Aham...
- Me desculpa, mas o seu gosto musical é péssimo.
- Você chama as garotas de "mina". Acho que isso prova que você não tem a menor noção do que seja péssimo.

12 de abr de 2010

Diálogo

- Imagino como você era na sua classe.

- Isso que vocês chamam de classe a gente chama de turma. A galerinha que vai junta pro bar também é turma. Classe é aquilo que a gente perde quando bebe demais no bar com a turma.

4 de abr de 2010

Próxima parada

Eu lamento, mesmo não sendo de lamentar
mesmo que não adiante nada
a essa altura do campeonato
tentar reverter o placar de um jogo encerrado
Eu lamento de verdade

Quanto às ondas,
elas continuarão quebrando
nas pedras da nossa praia de céu estrelado



16 de mar de 2010

John and Mary

Ela acreditava em contos de fadas
e também por isso, queria que sua vida
fosse como nas tramas de ficção.
Se imaginava numa fotonovela
onde sempre era salva pelo mocinho,
um cowboy justiceiro e charmoso
que lhe levava flores do campo
colhidas por ele mesmo
e pensava nela todos os dias
enquanto fumava seu cigarro numa montanha do vale
Um dia o que era fictício se tornou real
e seu peão apareceu,
arrebatador como devia ser.
Em sua primeira noite de amor,
graças ao cigarro fumado durante anos, brochou.
E foi assim que ela entendeu que a vida não é conto de fadas.


25 de fev de 2010

Tradução

Você na minha vida é como uma tatuagem vagabunda,
dessas que vem de brinde dentro de embalagens de chiclete
e saem facilmente com um algodão umedecido

Você na minha vida é algo que não vale nada
algo que aconteceu em consequência de outro fato
e que faz necessário suavidade e lágrimas.

15 de fev de 2010

Monstruosidades

Eu sou o monstro do Lago Ness
e quero te arrastar pras minhas águas
como as sereias que seduzem os marinheiros
e os levam para o reino de Dom Sebastião.

Eu sou o monstro do Lago Ness
e quero que você mergulhe comigo
para conhecer os meus segredos.

Eu sou o monstro do Lago Ness

e estou aqui para proteger alguns tesouros
escondidos no fundo do lago
se você for do tipo que acredita
em tesouros escondidos e monstros
.


3 de fev de 2010

Londres

Depois de quatro meses já era outono
E isso é muito frio para alguém que nasceu nos trópicos
Mas ela estava sentada esperando o metrô
E quando ele apareceu com seus cabelos
Encantadoramente despenteados
E um pedido de desculpa nos lábios
Só pode abrir um sorriso verde e amarelo
Que de tão acolhedor fez tudo parecer feliz de novo

29 de jan de 2010

Reta das palmeiras

Acho que você iria gostar
de subir no mirante
só para ver as luzes da cidade
coberta pelo céu estrelado

Queria te mostrar
os passos laranjas
que o sol deixa nas salinas
quando está prestes a se pôr

E queria ver o seu sorriso
ao ver os primeiros passos
do menino que aprende a surfar

27 de jan de 2010

P de Post pelo celular

Tudo o que eu queria
era um ecento circunflexo
em cê cedilha
um til
um agudo no a

26 de jan de 2010

Saldo insuficiente

Toda vez que seu nome pisca no visor do celular
ainda que algumas vezes meu coração bata no mesmo compasso,
o número chamado está e estará indisponível
ou fora da sua área de cobertura

14 de jan de 2010

Hoje

Quero sua pele na minha
como versos de rock argentino
numa canção de ninar

6 de jan de 2010

Diálogo

- Noooossa! Quanto tempo não te vejo!

- Caráca, maluco! Acho que a última vez que te vi foi no colégio, a gente ainda tava no 3º ano.

- 'Cê tá cada dia mais linda...

(E você tá um bucho - Pensei, somente pensei....)

- Que nada.