29 de jul de 2010

O Canastrão

Mas nas suas palavras
faltaram a voz rouca
e o charme do pistom
no meio da música.

Já não parecia ser o mesmo
Como se o espetáculo terminasse
bem antes das cortinas serem fechadas
e a certeza latejava:
o velho disco de vinil era mais charmoso que um mp3

Ledo engano
engano permissivo, permitível
incômodo como um disco arranhado
que fora colocado pra tocar por engano
no meio da cena

Guarde suas desculpas
dentro de uma taça vinho e sirva-se
Sim, prove você mesmo o cheiro e o sabor
E só então parta,
pirata...

Jogue as chaves por debaixo da porta.

28 de jul de 2010

Dias daqui

Te espero olhando pro mar
Cantando melodramas
Contando os meus dramas
Numa mesa de bar
Cercada por cinzeiros
Por fumaça, gente estranha
Mas seus olhos param sempre
Vejo q isso vale a pena

Se você presta atenção
Qualquer coisa passa a ter valor
O garçon traz mais uma

17 de jul de 2010

Lesões por Esforço Repetivo

Você provocou lesões por esforços repetitivos no meu coração
o fazendo bater disparado por sua alma de moleque
você faz o que quer,
você me machucou
você não sabe viver onde sou.

Então adeus ou seja outro,
alguém que aguente as batidas descompassadas do meu coração.

10 de jul de 2010

Diálogo

- Tá comprando o que dessa vez?

- Um livro, mas ainda não sei o que vou comprar.

- Fácil, escolhe um autor que você goste.

- Eu queria ler alguma coisa que fosse desafiadora.

- (...)

- Sabe? Algo que me fizesse devorar o livro em duas horas.

- Além de consumista, agora você come papel?

- (...)




Eu realmente deveria parar de conversar com qualquer um.