30 de mai de 2009

Creep I

Não importa onde eu vá
é sempre eu e você
nas flores do caminho
nas pedras do caminho

As músicas no rádio
e até a lista telefônica
os filmes e os livros
me levam pra você

Fiquei sem respirar
por vários meses
e agora, finalmente,
o ar está de volta
leve como se fosse serrano

28 de mai de 2009

Cena 1

No carro ouvindo Why worry,
do Dire Straits,
pára no sinal fechado
Ela, com as mãos no volante
o vê atravessar a faixa de pedestres
Dois olhares se cruzam
- Diretor, slow motion!

26 de mai de 2009

25 de mai de 2009

Fim

Passos rápidos
descem as escadas
como se o apartamento
já fosse claustrofóbico
e a espera pelo elevador
não valesse a pena,
por temer companhia.

No chão do corredor,
rosas despedaçadas.
Na sacada, lágrimas.

17 de mai de 2009

Dezesseis do cinco

Sentada na areia da praia
o vento embaraça meus cabelos
a maresia está no ar frio
as ondas quebram nas pedras do Forte
e tudo o que eu queria agora
era a sua mão forte envolvendo meus dedos magros.

Solo

Lá vai ele
partindo com a guitarra na costas
mas não sabe
que cada passo
soa como um acorde
Lá vai ele
ao som desse solo de gitarra
Ele parte
deixa meu coração em pedaços

14 de mai de 2009

Saudades eternas

Saudades eternas
não é uma simples expressão
É uma forma de tortura
algo que não cicatriza
um bumerangue afiado
que vai e volta
e sempre leva embora
um pedaço de mim.

6 de mai de 2009

Deep

There's nothing in your smile
and I don't know why
you're still here
so inside me
so deep...