28 de abr de 2014

Estribilho

Segura minha mão
Quando passar pelos caminhos dos meus medos
E abraça forte e me envolve
Porque o vento do inverno começa a chegar
E sorri porque o imperativo dos poros
Não precisa de explicação
Os dias se tornaram mais bonitos

20 de abr de 2014

Dias

Há dias te quero nos meus rabiscos
e sonhos com meus dedos desenhando em tuas costas

12 de abr de 2014

Sem título

As coisas bonitas que
se perderam nos intervalos do tempo
se encontraram nos teus braços perdidos