9 de ago de 2009

Novamente agosto

Procuro algo 

que me tire o paladar

pra desimpregnar de mim o teu gosto

Procuro alguém

que faça eu esquecer

que vivi esse desgosto

Procuro o antídoto

porque bebi esse veneno

que me foi imposto

Procuro um cara

que retire da minha mente o seu rosto

Mas é novamente agosto.

Novamente agosto...