25 de mai de 2009

Fim

Passos rápidos
descem as escadas
como se o apartamento
já fosse claustrofóbico
e a espera pelo elevador
não valesse a pena,
por temer companhia.

No chão do corredor,
rosas despedaçadas.
Na sacada, lágrimas.