4 de fev de 2009

A letra

Eu te coloquei numa folha e te traduzi
Escrevi cada palavra,
cada vírgula:
"Eu sou o seu antídoto e o seu veneno
sou seu câncer e sua cura
sou seu clichê
sua originalidade
sua lágrima, seu sorriso
sou teu sinal de trânsito
sou um telefonema no meio da madrugada
sua desconfiança
a sua declaração de amor e
a sua declaração de guerra
a sua carteira vazia
a sua barra de chocolate
Eu sou o peixinho do seu aquário
seu bandido em fuga
seu piloto de fórmula 1
seu retrato em 3 x 4
seu cd do Radiohead
sou seu telejornal
a voz do seu rádio
o lixo da sua casa
sou seu dia nublado
a sua praia
o barulho do vento...
Sou o sumiço do seu troféu
a entrega do seu prêmio
seu cheque sem fundo
seu celular sem crédito
seu relógio do camelô
seu livro de piadas
seu bicho de estimação
seu filme preferido
sua novela mexicana
seu livro de Biologia
seu copo de cachaça e sua taça de champagne.
Sou seu lutador de sumô e seu bailarino
sou seu violão sem cordas
sou Chico Buarque e Bruce Dickinson
sou margarida e orquídea
sou essa canção e sou teu necessário".