6 de mar de 2012

Foi


Não existe desmorder,
nem desmerecer
Logo, penso eu,
que se mordeu,
mereceu